Novidades

12345

10 Erros a evitar no facebook

Quando se cria uma página numa rede social para um negócio, deve-se ter o cuidado de a monitorizar e acompanhar constantemente.

Com a forte concorrência de mercado, cada vez mais as empresas sentem a necessidade de estarem presentes nas redes sociais, neste caso específico no facebook.

Quando e quantas vezes deve postar nova informação? Qual o tamanho recomendado para as imagens? Estas são algumas das questões mais frequentes e para as quais nós temos a resposta. De modo a encaminhá-lo vamos enumerar alguns dos erros mais recorrentes cometidos pelas empresas no facebook.

1) Não crie um perfil em vez de uma página para o seu negócio.
A primeira regra fundamental que deve considerar é que os perfis do facebook destinam-se a pessoas individuais, enquanto que as páginas estão voltadas para empresas. Isto permite ao público uma maior acessibilidade para chegar até si. Por isso se pretende divulgar a sua empresa opte pela criação de uma página.

2) Não negligencie a monitorização das publicações.
Não importa qual os serviços e/ou produtos que a sua empresa oferece, o facebook permite-lhe divulgar e interagir com o público-alvo na sua página. Os comentários feitos por estes não devem nunca ser ignorados. A falta de interatividade com o seu público vai dar-lhes a perceção de que estão a ser ignorados, de que você não ouve aquilo que têm a dizer.
Para evitar que isso aconteça deve verificar as suas opções de publicação, de modo a perceber se os comentários são publicados automaticamente, ou se necessitam da sua aprovação para serem visíveis. Este último caso pode ajudá-lo a filtrar melhor a informação, contudo pode deixar os utilizadores furiosos caso os comentários demorem muito tempo a serem aprovados. Não se deve esquecer que a sua página não deve ser um canal única e exclusivamente para expressar a sua “voz”, o facto de permitir que o seu público também o faça é uma mais-valia.

3) Não ignore a negatividade.
E se receber comentários de desagrado para com a sua empresa?
Bem, na realidade não pode impedir as pessoas de dizerem aquilo que pensam sobre o seu negócio, sejam elas boas ou más. Por isso a melhor opção a tomar é responder de forma civilizada e contrapor com informações que possam ser úteis para a “queixa” em questão, mostrando assim que ouve e se preocupa com a opinião daqueles que o seguem.

4) Não ignore as meta-description.
Quando cria uma nova mensagem e decide colocar um link associado a ela, surge automaticamente uma imagem e uma breve descrição do respetivo link. Isso não significa que, não possa e não deva alterar estes 2 conteúdos. Aliás, escolher a imagem que mais se adequa à sua publicação do facebook é uma excelente estratégia, seja ela selecionada através do website partilhado (andando para o lado com as setas) ou carregando uma imagem à sua escolha. Para além da imagem, também pode e deve editar a descrição que aparece associada ao link, colocando algumas palavras-chave que evidenciem a sua notícia.

5) Não chega publicar apenas fotos.
Até há bem pouco tempo as imagens dominavam o feed de notícias do facebook, contudo estas têm tido um decaimento do seu alcance em todos as publicações. No lugar destas surgem agora os vídeos, com uma presença e um alcance muito mais orgânico, fluído e dinâmico, proporcionando uma nova interação da publicação com o utilizador.
Graças a esta melhorada função do facebook, pode abrilhantar ainda mais a página da sua empresa, estabelecendo uma ligação mais direta com o seu público.

6) Não faça publicações muito longas.
Uma análise contínua e aprofundada das suas publicações ajuda-o a perceber qual o grau de interação e de satisfação do seu público. Um dos motivos que leva por diversas vezes a que este abandone a sua publicação é a extensão que ocupa. Quanto maior esta for, menor é o interesse e a possibilidade de obter cliques e/ou “gostos” na publicação, o que leva muitas vezes ao abandono da página. Publicações mais curtas apresentam um melhor resultado e uma maior ligação com quem a está a percecionar.

7) Não partilhe imagens de qualquer tamanho.
Imagens com má qualidade ou distorcidas dar-lhe-ão uma má reputação, bem como o fará perder seguidores na sua página.
O Facebook tem dimensões específicas para as suas imagens, sendo as mais usuais a fotografia de perfil e de capa. Para além destas duas existem ainda outras, que não têm a devida atenção e preocupação dos gestores de páginas, nomeadamente as utilizadas em publicações de notícias, patrocínios, anúncios, entre outros. Para verificar e analisar os diferentes tamanhos utilizados pelo facebook consulte o seguinte link do Hubspot Bolgs.

8) Não publique apenas durante o horário laboral
Alguns estudos concluíram que as publicações partilhadas em horário pós-laboral (17.00h às 01.00h) têm mais 11% de interações do que as realizadas durante o dia (8.00h – 17.00h), e que aos fins-de-semana a interação aumenta para 25%. Este fenómeno deve-se ao facto de os utilizadores acederem ao facebook maioritariamente nos seus tempos livres, dando geralmente preferência às últimas publicações que aparecem no seu feed de notícias.

9) Não esteja sempre a publicar
Claro que deve fazer publicações regulares na sua página, de modo a manter o público curioso e envolvido com o seu trabalho, mas quando em demasia geram algum aborrecimento e desconforto por parte do utilizador.
Em vez de os sobrecarregar com excesso de informação, trabalhe, desenvolva e crie menos publicações, mas com melhor qualidade. Isso vai fazer com que quem está do lado de lá do ecrã sinta que ouve um envolvimento e cuidado na transmissão da informação, levando-o a aumentar e estabilizar o desempenho da sua página.

10) Não se esqueça de experimentar anúncios e publicidade.
Várias são as empresas que para chamarem a atenção dos utilizadores estão a recorrer à utilização de anúncios e de publicidade paga no facebook. Com este meio é possível captar a atenção de um público específico, de modo a despertar a curiosidade deste para visitar o seu website, usarem a sua aplicação e/ou serviço, obter mais “gostos” na sua página, entre outros.


Para mais informações consulte: Hubspot Bolgs